Percebe

Aprendi sobre o inverno, sobrevivi a ele. Aqui, tão longe onde refiz minha casa, aprendi sobre escolher entre ser dependente de alguém, ou rodeada de tudo sem precisar de nada. Eu quase me perdi. Engraçado como todos dizem o quanto crescer é difícil, porque para mim tudo foi natural. Eu perdi inúmeras pessoas, estive desesperada. Hoje entendo que todas as perdas estiveram me preparando para questões muito maiores, das quais também sobrevivi. Perdi alguém que era duplamente eu, então precisei ser metade…e vai ser sempre assim. Perder este alguém me ensinou que não há nada para o qual não estejamos inconscientemente preparados. Eu cai, é claro. Bati a cabeça contra a parede e me machuquei com as próprias unhas, eu implorei para que a morte, já com a vida que queria em seus braços, devolvesse o meu pai. Eu podia enlouquecer. Você pode enlouquecer. Mas você não pode desistir.

E é exatamente isso o que não me faz desistir, o fato de simplesmente não poder. Porque do outro lado ninguém pode me segurar, eu faço isso e continuo fazendo. Eu escolhi não precisar de nada, não precisar de ninguém e ter o prazer de ter todos ao meu lado. Escolhi dar o meu melhor. Isso inclui tudo, inclui desistir de todos para apostar em mim.

Anúncios

3 comentários sobre “Percebe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s